quarta-feira, 22 de maio de 2019

Inscrições ENCERRADAS: Curso para Agentes Locais em Desastres 2019

CURSO DE AGENTES LOCAIS EM DESASTRES - 2019


2ª Edição do Curso Desenvolvido pelo CEPEDES/FIOCRUZ

Adaptado pela RED em Angra dos Reis



PRÉ-INSCRIÇÕES ENCERRADAS

GRATUITO – 105 HORAS – INÍCIO EM JUNHO

COM CERTIFICAÇÃO PELA UFF


VAGAS LIMITADAS



PÚBLICO ALVO: AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE, AGENTES DE ENDEMIAS, AGENTES DE DEFESA CIVIL, MEMBROS DO SAMU, PROFISSIONAIS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE SAÚDE MENTAL

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Inscrições PRORROGADAS: Curso para Agentes Locais em Desastres 2019

CURSO DE AGENTES LOCAIS EM DESASTRES - 2019


2ª Edição do Curso Desenvolvido pelo CEPEDES/FIOCRUZ e Adaptado pela RED em Angra dos Reis




GRATUITO – 105 HORAS – INÍCIO EM JUNHO

COM CERTIFICAÇÃO PELA UFF


VAGAS LIMITADAS



PÚBLICO ALVO: AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE, AGENTES DE ENDEMIAS, AGENTES DE DEFESA CIVIL, MEMBROS DO SAMU, PROFISSIONAIS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE SAÚDE MENTAL

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Curso para Agentes Locais em Desastres 2019: Pré-Inscrições ABERTAS

CURSO DE AGENTES LOCAIS EM DESASTRES - 2019


2ª Edição do Curso Desenvolvido pelo CEPEDES/FIOCRUZ e Adaptado pela RED em Angra dos Reis




GRATUITO – 105 HORAS – INÍCIO EM JUNHO

COM CERTIFICAÇÃO PELA UFF


VAGAS LIMITADAS


PÚBLICO ALVO: AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE, AGENTES DE ENDEMIAS, AGENTES DE DEFESA CIVIL, MEMBROS DO SAMU, PROFISSIONAIS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE SAÚDE MENTAL

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Conclusão do Curso de Formação de Educadores 2018

Na última 4ª feira, dia 28, foi concluído o Curso de Formação de Educadores para Redução de Desastres – 2018 com a realização de um seminário de apresentações dos trabalhos finais desenvolvidos pelos cursistas. Em 2018 o Seminário Final do Curso foi incluído na programação local da Semana Estadual de Redução de Riscos de Desastres, com grande presença dos membros da Defesa Civil de Angra dos Reis. Mais uma vez, os temas dos projetos desenvolvidos demonstraram-se extremamente diversificados e aplicados à redução dos riscos de desastres, tanto em ambientes escolares como não-escolares. 

Cursistas, palestrantes e comissão organizadora comemoram a conclusão do Curso de Formação de Educadores.


Pela primeira vez o curso tratou de forma direta do risco radiológico e do plano de emergência municipal para um eventual acidente envolvendo as usinas nucleares, sendo Angra dos Reis o único município no Brasil que possui este tipo de produção de energia. Este foi o tema escolhido por um dos grupos, que realizou seu projeto de ensino sobre o funcionamento das usinas nucleares e seus riscos, com conteúdos relacionados e desenvolvidos por alunos surdos. Os surdos fazem parte de uma população mais vulnerável aos desastres e, até então, não dispunham de recursos didáticos específicos sobre o tema nuclear. 


Os cegos também foram contemplados por outro projeto, que proporcionou aos deficientes visuais a oportunidade de conversar diretamente com um agente de proteção e defesa civil, além de adaptar cartilhas sobre riscos e desastres para o braile. O Agente de Defesa Civil Aldo Firmino relatou a sua satisfação por ensinar e aprender com os cegos sobre um assunto que possui quase trinta anos de experiência. São estas novas perspectivas, mesmo para os profissionais mais experientes, que também engrandecem a formação de educadores na redução dos riscos de desastres.

Foi destacado pela comissão organizadora do curso o fato de todos os projetos apresentados terem sido planejados e realizados, destacando a relevância da implementação dos mesmos nas escolas e comunidades. Nas escolas foram realizadas palestras informativas sobre os riscos a deslizamentos e inundações, construção de maquetes comparativas entre a paisagem atual e a desejada, além do aprendizado sobre o assunto em língua inglesa, enquanto nas comunidades foram desenvolvidas ações de prevenção a inundações bruscas (cabeças d’água) e intervenções na rede de captação e distribuição de águas em comunidades que vivenciam os sérios problemas decorrentes dos vazamentos, que facilitam a ocorrência de deslizamentos de terra. 



O Curso de Formação de Educadores para Redução de Desastres – 2018 foi realizado pelo Instituto de Educação de Angra dos Reis – Universidade Federal Fluminense (IEAR/UFF), Secretarias de Proteção e Defesa Civil, Meio Ambiente e Educação de Angra dos Reis e Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), além de contar com palestrantes das Secretarias de Saúde e Planejamento e Gestão de Angra dos Reis. O curso também contou com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão Universidade Federal Fluminense (PROEX/UFF), que financiou uma bolsa para estudante de licenciatura em Geografia da UFF-Angra dos Reis. Foram formados trinta e três educadores, dentre estudantes de licenciatura, professores das redes pública e particular e agentes de defesa civil, com uma certificação de 80 horas semi-presenciais.

sábado, 24 de novembro de 2018

Experiência da RED Compartilhada em Congresso no México

O Colegio Mexicano de Profesionales en Gestión de Riesgos y Protección Civil A.C. (Cmpgrypc) convidou Leandro Nunes, Agente de Proteção e Defesa Civil da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil de Angra dos Reis, como um dos conferencistas do 3º Congresso Internacional Cmpgrypc, que possui como tema "Territorios más seguros y más humanos, ante el riesgo de desastres: Retos de la Gestión de Riesgos en México".

Agente Leandro Nunes compartilha a experiência da RED em congresso internacional no México.

O Agente Leandro Nunes compartilhou com os congressistas as experiências do Programa de Educação para Redução de Desastres desenvolvido pela RED, que engloba a realização de eventos de ciência e ensino e um conjunto de cursos de formação de agentes locais, como educadores, agentes de saúde e lideranças comunitárias. O conjunto de ações da RED é tratada como uma verdadeira tecnologia social, sendo as tecnologias sociais entendidas como produtos, processos, metodologias, serviços e/ou técnicas reaplicáveis, construídas e desenvolvidas em interação com a comunidade e/ou público alvo interessado e que representem soluções inovadoras voltadas para a transformação, desenvolvimento e/ou inclusão social.

Na conferência intitulada La gestión local del riesgo y casos de éxito foi destacado o Curso de Formação de Educadores para Redução de Desastres, que em 2018 completa sua 3ª edição, formando mais de 200 educadores distribuídos por todo o território municipal de Angra dos Reis. A formação continuada dos educadores em Angra dos Reis é considerado o mais amplo projeto de formação de educadores em redução do riscos de desastres dos municípios brasileiros. Estes educadores possuem atuação direta na formação da população nas escolas e também em ambientes não-escolares, como nas interações diretas com as comunidades.